MITOS SOBRE COVID-19

MITOS SOBRE COVID-19

Tempo de leitura: 8 minutos

À medida que vamos passando pela pandemia da (Sars-Cov-2), Novo Coronavírus que causa a doença chamada de Covid-19, pessoas em todo mundo começam a ficar mais ansiosas e preocupadas pela falta de informações precisas e determinação de tempo para que tudo volte a ser do jeito que era anteriormente a pandemia.

Em meio a todas as desinformações e achismos de internet que nos levam a inúmeras Fake News, o portal Norte-americano Live Science criou uma lista de mitos que são os mais difundidos nos EUA e nós aqui criamos uma adaptação dessas informações para a realidade brasileira atual.

Veja abaixo:

MITO 1: MÁSCARAS FACIAIS NOS PROTEGEM CONTRA O VÍRUS

As máscaras sejam elas cirúrgicas, de pano, jeans, TNT e outros tecidos e fibras que não sejam do padrão n95, não protegem você contra o vírus (Sars-Cov-2). Isso não quer dizer que você não deve usar, apenas não entenda seu uso, como a salvação de sua vida, porque elas são no máximo uma auxiliar a sua proteção individual.

As máscaras que não são do tipo N95 possuem espaço entre as fibras de seu material de construção, maiores que o tamanho do vírus (9 nm), que é pequeno o suficiente para atravessar o material e te contaminar, se ele estiver solto no ar e não estiver preso a goticulass de água, saliva, muco e outras partículas maiores. O que elas fazem é ser uma barreira a mais para você que estiver doente, não despeje uma enorme quantidade de germes e vírus no ar, bem como, para que você sadio não receba uma grande quantidade de vírus, caso alguém despeje gotículas contaminas em sua direção.

As mascaras auxiliam a nossa proteção, porém não nos protegem contra infecção do Novo Coronavírus.

MITO 2: A COVID-19 É UMA MUTAÇÃO DO RESFRIADO COMUM

Essa informação é uma mera fake News. A Classe de vírus denominada como coronavírus já existia, assim como a da Influenza. E embora quando atacam humanos e causam doenças, seus sintomas sejam semelhantes, possuem características diferentes e origem distintas.

Não trate a Covid-19 como brincadeira, porque é uma doença que pode matar.

MITO 3: O NOVO CORONAVÍRUS FOI UM VÍRUS PRODUZIDO EM LABORATÓRIO

Nenhuma evidência sugere que este vírus tenha sido criado em laboratório. O Sars-Cov-2 é muito similar a outros 2 vírus que causaram epidemias menores recentemente e assim como eles, sua origem vêm da mutação do vírus em animais silvestres e da interação destes com humanos.

MITO 4: A COVID-19 É UM SENTENÇA DE MORTE

Isso é mais uma fake new criada para incitar o pânico. A grande maioria dos contaminados pela doença apresentam sintomas leves ou são assintomáticos, não correndo risco algum de morte, apenas são transmissores da doença. 

O grande problema dessa doença é que ela é imprevisível, sendo mais grave em grupos de risco e em pessoas mais velhas, porém mesmo jovens, podem adquirir formas graves da doença e morrer. Fique atento.

MITO 5: ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PODEM TRANSMITIR A DOENÇA COVID-19

Apesar de não haver um posicionamento claro da Organização Mundial da Saúde – OMS sobre o tema, temos relatos no oriente principalmente, de humanos transmitindo a Covid-19 para animais como cachorro e gato. Estes que desenvolveram sintomas leves da Covid-19. 

Ainda não há estudos claros a dizer que animais doentes possam transmitir a doença adquirida para humanos, nem que eles morrem assim como humanos. 

Por isso, proteja você, sua família e seus animais de estimação.

MITO 6: BEBÊS, CRIANÇAS E JOVENS ADOLESCENTES NÃO PEGAM COVID-19

Embora em menor proporção, por receberem mais cuidados e maior atenção, bebês, crianças e jovens adolescentes podem sim se contaminar com COVID-19 igual a qualquer outro ser humano, sendo assim, capaz de não ter sintomas ou mesmo morrer em decorrência da doença.

O Brasil nas próximas semanas, terá a confirmação de um jovem pré-adolescente e um bebê que possivelmente morreram pela Covid-19. A prova e contraprova dos exames laboratoriais ainda estão em análise.

MITO 7: SE VOCÊ TIVER COVID-19 SABERÁ QUE TÊM A DOENÇA

Como a covid-19 causa uma gama muito grande de sintomas, sendo algumas bem atípicos, casos de erro de diagnósticos clínico, ou mesmo casos de sintomas leves e assintomáticos passam despercebidos.

Os cientistas estimam que justamente em decorrência disso, os casos de contaminados de Covid-19 que não entraram para as estatísticas, sejam cerca de 15% a menos de casos computados e informados a população.

MITO 8: SUPLEMENTOS COMO VITAMINA C E VITAMINA D IMPEDEM QUE VOCÊ ADOEÇA DE COVID-19

Até o momento não existe nenhum estudo oficial que indique que vitamina C ou vitamina D torne o organismo humano mais resistente a infecção de covid-19 ou que possa te tornar imune. Se fosse tão fácil assim, não haveriam tantas mortes no mundo e essa corrida desesperada por medicação e vacina que nos devolva a vida comum.

A vitamina C é essencial para o acontecimento de processos imunológicos, como criação de células e reações químicas necessárias como o combate a substâncias estranhas ao corpo. Sua deficiência acarreta em prejuízos a criação e manutenção de células do sistema imune, porém isso não quer dizer que ter altas quantidades de vitamina C no organismo nos dê capacidade de destruir o coronavírus ou nos torne imunes a doença. A vitamina C é necessária o corpo humano, para que ele se mantenha saudável, nada além disso!

Já a Vitamina D segue a mesma lógica e recentemente a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia até soltou nota de esclarecimento dizendo que indicar Vitamina D para combate ou mesmo imunização a Covid-19 é infundada e, portanto, ato criminoso, pois nenhum estudo conseguiu provar que vitamina D impeça o vírus de causar a doença no ser humano. Então, assim como a Vitamina C, a Vitamina D é essencial para que os seres humanos tenham uma saúde normal, porém isso não quer dizer que ela te deixa imunologicamente protegido a essa doença.

MITO 9: NÃO RECEBER ENCOMENDAS DA CHINA

Com base no que sabemos até o momento do Sars-Cov-2 e dos outros coronavírus da família, temos que esse e os outros vírus citados, não permanecem viáveis a infecções, por muito tempo em superfícies de objetos.

De acordo com essa informação e em nossa localização perante a localização da China, se contaminar pelo vírus que veio da China junto a encomendas é praticamente impossível, pelo tempo que leva entre um pedido e uma entrega no Brasil e por conta das medidas sanitárias adotadas em todo o mundo, visando o controle da pandemia.

Chamar a doença Covid-19 ou mesmo o Novo Coronavírus de Vírus Chinês, nada mais é que um ato racista e de extremo desrespeito com o semelhante.

MITO 10: HIDROXICLOROQUINA É O REMÉDIO QUE VAI NOS CURAR

Infelizmente, por mais que todos nós quiséssemos que isso fosse verdade, NÂO É! Não existem estudos que garantam que a hidroxicloroquina trate a doença e/ou cure-a. Ela tem sido estudada em pacientes graves, associada a outras medicações, mas isso não quer dizer que você que está doente ou em suspeita de estar doente, deva tomar a medicação. A hidroxicloroquina não irá te curar. Esse é um remédio que pode tratar pacientes graves que evoluirão para pneumonia. Este é o estudo.

Por tanto, não acredite em políticos que querem se promover, Fake News sem bases científicas, nem médicos ou outros profissionais da saúde que fazem indicações arbitrárias e mentirosas e/ou países que preferem adotar o achismo ao invés do embasamento científico na luta contra a pandemia. 

Quando algum medicamento tiver eficácia comprovada, ele será divulgado para toda a população mundial, via OMS, onde a maioria dos países mundiais tem acesso as informações e não será uma informação mantida em segredo para ajudar somente  este ou aquele outro país rico.

A pandemia veio nos mostrar que devemos acreditar e investir na ciência. Que nossas crenças e ideais devem estar abaixo disso, se quisermos a nossa sobrevivência na Terra.

Com informações de: 

LIVE SCIENCE – https://www.livescience.com/coronavirus-myths.html

E adaptação feita por: Msc. Vinícius Lôbo, Farmacêutico e Virologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *