Dr. Vinícius Lôbo

Farmacêutico com Graduação em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Paulista de Brasilia (Unip-DF), Especialista em Farmacologia Clínica e Prescrição e Mestre em Virologia Molecular pela Universidade de Brasilia (UnB) e Mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade de Lisboa (UL) Portugal.
Apaixonado pela profissão, desenvolvo palestras, cursos e artigos.

Morfina: farmacologia e precauções

Morfina: farmacologia e precauções

7 minutos Derivado opioide isolado pela primeira vez em 1804, esta substância começou a ser distribuída pelo seu criador Friedrich Sertüner, já em 1817, porém apenas em 1827 passou a ser comercializada como medicamento pela empresa Química Merck.  A morfina é um fármaco narcótico. Narcóticos são substância esta que fazem adormecer e reduzem ou eliminam a sensibilidade. Em termos médicos são designados como derivados opioides. A morfina é usada para o alívio da dor intensa aguda e crônica e sua administração pode ser por Continue lendo

O uso de medicamentos em portadores de síndrome de Down

O uso de medicamentos em portadores de síndrome de Down

8 minutos Entre as alterações causadas pelo excesso de material genético do cromossomo 21, estão as hipersensibilidades medicamentosas determinadas por um conjunto variável de deficiências enzimáticas. A farmacoterapia para pessoas com síndrome de Down deve seguir os princípios do uso racional de medicamentos, que segundo a OMS é a situação na qual os pacientes recebem os medicamentos apropriados às suas necessidades clínicas na dose correta por um período de tempo adequado e um custo acessível. Evidentemente, procura-se evitar o uso de fármacos com índice Continue lendo

Pílula do dia seguinte- quando usar ?

Pílula do dia seguinte- quando usar ?

4 minutos A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência, portanto deve ser utilizada somente em último caso. Nos Estados Unidos a chamam de plano B.  Ela deve ser usada quando, por exemplo, a camisinha estoura no momento da ejaculação. Ou então quando a mulher se esquece de tomar a pílula anticoncepcional. Em casos de estupro ela também é amplamente utilizada. Portanto, não se deve fazer de seu uso um hábito nem tomar mais que uma dose por mês.  É importante ressaltar a importância desse Continue lendo

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE F – CASO ESPECIAL

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE F – CASO ESPECIAL

3 minutos A Hepatite F é o nome que havia sido dado a uma forma de hepatite viral que parecia ser inexplicável pelos vírus que causam hepatite A, B, C, D, E e G.  Tem sido debatido se esta forma de hepatite é causada por um vírus ou separada por uma variante de um dos outros vírus de hepatite. Por exemplo, alguns profissionais acreditam que pode ser uma variante do vírus da hepatite B. Por outro lado, há cientistas que acreditam que essa forma de hepatite Continue lendo

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE E

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE E

6 minutos A hepatite E resulta da infecção pelo vírus da hepatite E (VHE), é transmitida de pessoa a pessoa, através da água e de alimentos contaminados com matéria fecal, e já foi responsável por grandes epidemias no centro e sudeste da Ásia, no norte e oeste de África e na América Central.  No mundo industrializado, o vírus quase não existe, onde a doença escasseia e apenas se manifesta em indivíduos que tenham estado em regiões tropicais endêmicas. Doença viral aguda e autolimitada. Apresenta Continue lendo

Interações medicamentosas: algumas bebidas comuns X medicamentos

Interações medicamentosas: algumas bebidas comuns X medicamentos

5 minutos Você sabia que existem tanto alimentos quanto bebidas, presentes em nosso dia a dia, que podem interagir com alguns medicamentos e prejudicar o paciente? Isso ocorre porque estes alimentos e bebidas podem fazer com que os efeitos das medicações sejam tanto aumentados quanto diminuídos. Além disso, também há casos de medicamentos de interferência de um no outro, seja a medicação impedindo a correta absorção de um nutriente, seja o alimento ou bebida que pode atrapalhar o seu estômago ou intestino de fazer Continue lendo

Tratamento do sangue para doação

Tratamento do sangue para doação

3 minutos As bolsas de sangue total coletadas podem e devem ser processadas para a obtenção dos hemocomponentes. Esse processamento, que é feito por meio de centrifugação, separa os diversos componentes sanguíneos, possibilitando que o paciente (receptor de uma transfusão de sangue) receba, num menor volume, somente o componente sanguíneo do qual necessita. Nesta fase, ou quando a coleta for realizada por aférese, podem-se obter os seguintes hemocomponentes: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, concentrado de granulócitos, plasma (plasma fresco congelado/rico, plasma comum/normal/simples/e plasma Continue lendo

Hepatite alcóolica

Hepatite alcóolica

4 minutos A hepatite se trata de qualquer inflamação no fígado, aguda ou crônica, que pode ser causada por infecções virais ou bacterianas, abuso de álcool, medicamentos, drogas, doenças hereditárias e doenças autoimunes.  Geralmente causada pelo consumo excessivo e abusivo de álcool durante um período prolongado, a hepatite alcoólica leva a uma inflamação e inchaço do fígado que começa a desregular as funções normais desse órgão. Pessoas do sexo feminino estão mais suscetíveis a adquirir a doença, uma vez que o fígado nas mulheres tem menor Continue lendo

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE D

DOENÇAS VIRAIS: HEPATITE D

7 minutos Hepatite D também conhecida como Delta, é uma doença viral caracterizada por reação inflamatória no fígado, esse vírus é considerado um vírus satélite, ou seja, ele não é autônomo e depende da presença do vírus da hepatite B para infectar uma pessoa. O agente delta é um RNA-vírus “incompleto” (um dos menores vírus RNA animais, tão pequeno que é incapaz de produzir seu próprio envelope proteico e de infectar uma pessoa), constituído de uma fita incompleta de RNA. Ele é deficiente em quase todas as proteínas Continue lendo

Cuidados pós vacina contra Covid-19

Cuidados pós vacina contra Covid-19

6 minutos Em tempos de pandemia, são muitas as dúvidas a cerca desta que é tida como a salvação da imunidade, a vacinação contra o vírus que nos trouxe uma pandemia que já dura mais de um ano têm gerado dúvidas, esperanças e receios.  A vacina contra a covid-19, além de levantar muitas questões de desinformação e Fake News, também está carregada de muita mística e descrença por parte das mais diversas populações do planeta Terra.  É pensando em esclarecer pontos sobre o momento Continue lendo