Artigos

Zolpidem- benefícios e riscos

Zolpidem- benefícios e riscos

3 minutos Como principal benefício,  podemos comparar com outros sedativos, o Zolpidem tende a interferir menos com as fases naturais do sono, incluindo o sono REM (movimento rápido dos olhos), que é essencial para a restauração mental assim como apresenta menor probabilidade de efeitos residuais na manhã seguinte, como sonolência ou sensação de “ressaca”. Pesquisas também demonstraram  que o Zolpidem é rápido e eficaz na restauração da função cerebral em pacientes em estado vegetativo após lesão cerebral. Essa droga tem a propensão de reverter Continue lendo

Medicamentos que devem ser evitados em idosos

Medicamentos que devem ser evitados em idosos

6 minutos A utilização de medicamentos inadequados por idosos representa um problema de saúde pública de grande magnitude, porque estes medicamentos podem potencializar a propensão a problemas mais graves de saúde.  Para auxiliar na tomada de decisões terapêuticas seguras e eficazes, existem 2 ferramentas amplamente reconhecidas para a identificação de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos são os critérios de Beers e a lista STOPP. Créditos imagem: Vinícius Lôbo – Farmacêuticos do Cerrado A suscetibilidade aumentada de idosos, em especial pessoas com >65 anos, a Continue lendo

Herpes labial X herpes genital – Diferenças

Herpes labial X herpes genital – Diferenças

11 minutos Tais patologias apresentam muita similaridade, entretanto possuem algumas diferenças relevantes a todos os profissionais de saúde entenderem.  Veja: HERPES LABIAL Sintomas:  Transmissão: Após a infecção inicial, o vírus permanece latente nos gânglios nervosos e pode reativar periodicamente, causando novos surtos de herpes labial. Os gatilhos para a reativação podem incluir estresse, exposição solar, fadiga, menstruação, privação de sono e baixa imunidade. A Herpes labial pode ser transmitido para região genital da pessoa infectada ou de terceiros, pelo contato direto e indireto com Continue lendo

Testes de detecção de Dengue

Testes de detecção de Dengue

3 minutos Com o aumento progressivo de casos de Dengue em todo o Brasil, a procura por testes de detecção de Dengue só aumenta e com esse aumento surgem as dúvidas sobre qual exame realizar e quando o realizar, uma vez que existem, disponíveis no pais, diferentes testes para a Dengue. Vejam os fatos: TESTE DE ANTICORPOS IgM e IgG Também chamado de exame de sorologia para dengue. É feito por meio de coleta de sangue por punção venosa. Possui alta eficácia para identificar Continue lendo

Informativo:Perguntas e respostas sobre a vacina contra a dengue

Informativo:Perguntas e respostas sobre a vacina contra a dengue

5 minutos Vacina QDENGA® (vacina dengue 1, 2, 3 e 4 (atenuada)), do laboratório japonês Takeda, teve seu registroaprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março de 2023. O processo permitiu acomercialização do produto no Brasil, desde que mantidas as condições aprovadas.Confira algumas dúvidas respondidas sobre a vacinação com a Qdenga no país. 1- Quem pode se vacinar contra a Dengue com a vacina Qdenga?Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou a QDENGA® (TAK-003) para utilização em indivíduos de 4 a 60 Continue lendo

Dengue:  curiosidades e vacina

Dengue: curiosidades e vacina

5 minutos A dengue é uma doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. O vírus é transmitido pela picada da fêmea do Aedes aegypti, um mosquito urbano e diurno que se reproduz em depósitos de água parada. O controle e prevenção do avanço da doença sobre a cidade só é possível se cada um fizer sua parte constante, evitando água parada e lixo acumulado, principalmente em períodos chuvosos. CURIOSIDADE: imagem 1 VACINA CONTRA DENGUE – SUS O Sistema Único de Saúde (SUS) terá, a Continue lendo

Dicas de Farmacêuticos: situações que pessoas com HIV podem viver

5 minutos O HIV é um retrovírus adquirido por contato sexual desprotegido ou com fluidos corporais (sêmen, sangue, fluido vaginal, leite materno) de pessoa contaminada. Ele age principalmente agredindo as células de defesa do corpo humano. Possui o tipo HIV1 e o HIV2 como formas principais. A Aids é a doença causada pela infecção do HIV na pessoa não tratada. É uma doença que pode ser tratada, para que o infectado pelo HIV não morra, porém uma vez infectado pelo vírus HIV, a pessoa Continue lendo

Dia mundial de combate ao HIV/AIDS – casos de cura do HIV no mundo

Dia mundial de combate ao HIV/AIDS – casos de cura do HIV no mundo

10 minutos Até 2023 foram relatados cientificamente 8 casos de cura em todo mundo. Sendo que destes casos, 2 deles não sofreram intervenção científica e obtiveram cura espontânea. Esses 2 casos são do gênero feminino, que adquiriram a cura sem uso de medicamentos ou transplante de medula. As outras seis pessoas integram o grupo de indivíduos que foram submetidos a estratégias científicas exitosas. Lembre-se: De 1% a 3% da população vivendo com HIV recebem o nome de controladoras de elite porque não mostram sinais Continue lendo

ESTIMULANTES SEXUAIS DISPONÍVEIS NO BRASIL

ESTIMULANTES SEXUAIS DISPONÍVEIS NO BRASIL

10 minutos Os inibidores da Fosfodiesterase Tipo 5 (iPDE5) constituem a terapia oral mais utilizada para tratamento da Disfunção Erétil (DE) atualmente. Estes atuam promovendo o relaxamento da célula muscular do tecido cavernoso peniano, condição necessária para obtenção da ereção. Seu uso está condicionado ao estímulo sexual e a presença do desejo em ter uma relação sexual. Apesar de sua ampla utilização como estimulantes sexuais, tal classe de medicamento possui outras indicações. Os Inibidores da fosfodiesterase são um grupo diversificado de medicamentos que atuam bloqueando Continue lendo

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS COM CAFÉ

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS COM CAFÉ

1 minuto Estudos mostram que o café pode estimular o estômago, alterando o tempo que a comida leva para passar pelo sistema digestivo. No entanto, sua xícara de café matinal também pode interagir com medicamentos que você esteja tomando e alterar a rapidez com que eles são absorvidos pela corrente sanguínea.  Isso significa que beber café ao mesmo tempo que toma a medicação pode afetar o quão bem ela funciona para você. Em 2020, um grupo de pesquisadores revisou vários medicamentos e como eles foram afetados Continue lendo