Artigos

Radiofarmácia: Dúvidas e Esclarecimentos

Radiofarmácia: Dúvidas e Esclarecimentos

4 minutos A Radiofarmácia surgiu historicamente em 1905, após a descoberta, em 8 de novembro de 1895, do Raio-X por Wilhelm Conrad Roentgen, em seu laboratório. De lá para cá foi atualizada e aperfeiçoada até chegar ao estágio que encontramos hoje. Neste cenário nos deparamos definições bem precisas sobre o tema, tais como: Radiofarmácia – que é a especialidade farmacêutica responsável pela produção, manipulação, controle de qualidade e fracionamento de Radiofármacos. Radiofármacos – é toda substância que por sua forma farmacêutica, quantidade e qualidade Leia mais

Medicamentos termolábeis

Medicamentos termolábeis

2 minutos A Indústria Farmacêutica traz, hoje, uma grande variedade de medicamentos inovadores e que possuem as mais distintas propriedades físico-químicas possíveis. Alguns deles são muito presentes no cotidiano das pessoas e, na maioria das vezes, não possuem recomendações especiais para. No geral, eles são facilmente armazenados em locais comuns das residências dos usuários. Há medicamentos, porém, que necessitam de cuidados especiais quanto ao modo de armazenamento por possuírem propriedades físico-químicas diferenciadas. Um exemplo claro desse tipo de medicamento são os medicamentos termolábeis. Substâncias Leia mais

Gestão de risco, como assim?

Gestão de risco, como assim?

1 minuto Nas rotinas diárias, muitas vezes, não buscamos entender a origem dos problemas. Ficamos “apagando incêndios” e querendo soluções imediatas. Quando entendi a importância de um gerenciamento de projetos, mapeamentos de processos, gerenciamento de riscos, barreiras e indicadores, tudo melhorou! Tudo ficou mais fácil! Percebi que o mapeamento de processos é uma ferramenta imprescindível para qualquer área que atuamos! É a partir deste mapeamento que conseguimos “olhar” para cada etapa, identificar os perigos e riscos e implementar barreiras. O risco pode ser entendido Leia mais

10 Dicas para ser um atendente de farmácia de sucesso

10 Dicas para ser um atendente de farmácia de sucesso

1 minuto Joelson Araújo tem 15  anos de experiência no segmento de Farmácia. Atuou em diversas redes do DF e ocupou diversas funções em sua trajetória:  office Boy, balconista e gerente. Nesse período, fundou a Associação dos Trabalhadores de Farmácia (ASCOFARMA) e atualmente é sócio de uma Drogaria em Samambaia e está se graduando em Farmácia. Ele compartilhou com o Diário Farma  10 valiosas dicas que considera fundamentais para ser um atendente de farmácia de excelência:  1- Adquirir conhecimentos, ter iniciativa e força de vontade para estar Leia mais

Como posso ser Farmacêutico nos EUA

Como posso ser Farmacêutico nos EUA

7 minutos Voltando a nossa série sobre como ser Farmacêutico em diversos países pelo mundo. Hoje vamos focar no país mais forte, economicamente da América (Estados Unidos), descrevendo como é ser farmacêutico por lá e como é o processo de imigração para um Farmacêutico(a) Brasileiro(a) seguir carreira nas terras do “Tio Sam”. Os Farmacêuticos nos Estados Unidos atuam de forma similar aos canadenses, onde possuem um contato mais direto com a saúde do paciente. Porém o controle e a dispensação dos medicamentos é a Leia mais

Seja um Farmacêutico no Canadá e dê uma grande guinada na sua carreira

Seja um Farmacêutico no Canadá e dê uma grande guinada na sua carreira

4 minutos Assim como em muitas outras profissões, para o Farmacêutico exercer a função no Canadá, ele precisa ser licenciado ou registrado pelo órgão regulador provincial ou territorial. Enquanto a maioria dos Farmacêuticos licenciados trabalham em farmácias comunitárias, muitos outros trabalham em hospitais e outros estabelecimentos de saúde. Um pequeno número de Farmacêuticos no Canadá são empregados nas empresas farmacêuticas, universidades e departamentos governamentais. Os Farmacêuticos no Canadá não são apenas dispensadores de medicamentos, eles são envolvidos no cuidado com a saúde do paciente conduzindo Leia mais

Papel do Farmacêutico na segurança do paciente

Papel do Farmacêutico na segurança do paciente

1 minuto São inúmeros os desafios da prática farmacêutica quando se diz “segurança do paciente”! Quando iniciei minha trajetória na área hospitalar o foco estava na gestão hospitalar de forma a garantir uma Assistência Farmacêutica plena. Rotinas, pop’s e fluxos implantados. Pensava como Gestora que isso bastaria e assim teríamos processos de segurança para o nosso paciente! Tudo passa e nada melhor que o tempo… Esse tempo nos trouxe um olhar diferenciado para os processos que compartilho com vocês: A segurança do paciente é Leia mais

Símbolo da Farmácia: Entenda o Significado

Símbolo da Farmácia: Entenda o Significado

1 minuto No século V a.C, na Grécia, em uma cidade chamada Cós, nascia Hipócrates. Vindo de uma família de médicos e em uma época onde o progresso na área se tornava iminente, era quase que impossível que ele não se dedicasse à medicina, transformando-a em uma ciência. Considerado o “Pai da Medicina” recebeu seus primeiros ensinamentos de seu pai e logo depois completou seus conhecimentos estudando Retórica e Filosofia. Por conta de sua extraordinária habilidade em observação e dedicação tornou-se o maior médico Leia mais

Aprofunde seus conhecimentos sobre os medicamentos isentos de prescrição

Aprofunde seus conhecimentos sobre os medicamentos isentos de prescrição

12 minutos Os medicamentos de venda livre ou medicamentos isentos de prescrição são também denominados MIPs ou ainda: OTC-que é uma sigla que corresponde ao termo em inglês: over the counter – que, ao traduzirmos equivale a “sobre o balcão”. Esse grupo de medicamentos, como o próprio nome sugere, não necessita de prescrição/ receita de um profissional de saúde habilitado (neste caso compreendido como dentista ou médico), sua embalagem não possuem tarja e são indicados para tratar problemas de saúde autolimitados muitas vezes descritos Leia mais

Por que é importante a atuação do Farmacêutico na atenção básica?

Por que é importante a atuação do Farmacêutico na atenção básica?

5 minutos A atenção básica, também conhecida como atenção primária à saúde, possui como definição na Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011 (que versa sobre a Política Nacional de Atenção Básica) “um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, redução de danos e a manutenção da saúde“. O seu objetivo é desenvolver uma atenção integral que impacte na situação Leia mais