Profissional Farmacêutica em Farmácia de Manipulação

Tempo de leitura: 3 minutos

1 – Conte-nos um pouco de sua trajetória na Farmácia de Manipulação:

Comecei como auxiliar de produção na Empresa Farmacotécnica no ano de
1997, onde eu me apaixonei por farmácia, com o incentivo da diretora da empresa Romelita Milagres Tokarski, iniciei a faculdade de farmácia no ano de 2000 na UNIPLAN. Formei-me em 22/12/2005. E daí para frente sempre trabalhando. Trabalhei em várias farmácias de manipulação e até hoje atuo na área.

Segue meu mini- curriculum:

  • Especialização em Bioquímica
  • Pós Graduada em Farmacologia
  • Pós Graduação em Farmácia Magistral
  • Presidente  da ACREF – DF
  • Conselheira Fiscal do SINDIFAR – DF
  • Membro titular da comissão assessora de Farmácia Magistral do CRF/DF
  • Conselheira Regional do Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal – Mandato 2018-202

 

2- Se vc tivesse que dar “dez dicas de ouro” para o estudante que deseja tornar-se um Farmacêutico magistral quais seriam?

O farmacêutico que quer ter uma carreira bem sucedida deve-se atentar para o comportamento do mercado de trabalho. Acompanhar a evolução da tecnologia e boas práticas do mercado é fundamental para manter-se bem profissionalmente. Desse modo, não pare de estudar.

3- No seu entendimento, quais os maiores desafios que o Farmacêutico Magistral enfrenta na sua rotina profissional?

 Por ser um mercado altamente competitivo e requer alto nível de competência técnica para quem está pensando em explorá-lo. Além da qualificação técnica específica é importante a utilização de métodos e ferramentas de gestão empresarial modernos, capazes de organizar o processo produtivo e satisfazer os objetivos do novo negócio. Uma boa gestão poderá representar um diferencial competitivo frente à concorrência.
Para garantir um bom posicionamento no mercado a farmácia de manipulação deve ser tratada como negócio, dentro dos padrões de eficiência organizacional, perseguindo o sucesso empresarial com a utilização de boas práticas de produção e comercialização dos produtos em conformidade com a legislação em vigor, controle de custos e divulgação buscando a satisfação do cliente.

4- Ao seu ver, quais os maiores gratificações que o Farmacêutico Magistral adquire em seu dia a dia ?

Quando um paciente que você prestou atenção farmacêutica vem dizer que está bem melhor.

5- Na sua opinião, como está o mercado de medicamentos manipulados/ correlatos no DF?
Nos últimos cinco anos houve uma expansão das farmácias magistrais no DF. Neste processo as oportunidades para a carreira vêm aumentando. Outro fenômeno relevante no setor magistral é o aumento das lojas.
Hoje, as farmácias de manipulação atendem praticamente todas as especialidades médicas, têm uma legislação direcionada, um trabalho intensivo de valorização do medicamento manipulado através de órgãos de classe, além da divulgação das farmácias de manipulação de forma independente. Para se ter uma idéia da concorrência que o setor magistral vive hoje.

 

6- Quais sites ou  materiais  de referência na área magistral que você recomenda aos leitores do Diário Farma?

Anfarmag – Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais

www.anfarmag .com.br

magistralfarma.blogspot.com/

1. Regulamento Técnico Sobre Boas Práticas de Manipulação de Preparações Magistrais e Oficinas para Uso Humano em farmácias e seus Anexos

2. Código de Ética da Profissão Farmacêutica

3. Fórmulas Farmacêuticas Extemporâneas – Manipulação Magistral de Medicamentos – Autor: Gilberto Barcelos Souza

4. Guia Prático da Farmácia Magistral – Autor: Anderson de Oliveira Ferreira

5. Incompatibilidades Farmacotécnicas na Farmácia Magistral – Autor: Luiz Carlos Cavalcanti

6. Farmacologia – Autores: Rang & Dale

7. Cálculos Farmacêuticos – Autores: Howard C. Ansel e Mitchel J. Stoklosa

Lilian Patrícia Nascimento
contato: (61) 99377-0979

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *