Hepatite alcóolica

Hepatite alcóolica

Tempo de leitura: 4 minutos

A hepatite se trata de qualquer inflamação no fígado, aguda ou crônica, que pode ser causada por infecções virais ou bacterianas, abuso de álcool, medicamentos, drogas, doenças hereditárias e doenças autoimunes. 

Geralmente causada pelo consumo excessivo e abusivo de álcool durante um período prolongado, a hepatite alcoólica leva a uma inflamação e inchaço do fígado que começa a desregular as funções normais desse órgão.

Pessoas do sexo feminino estão mais suscetíveis a adquirir a doença, uma vez que o fígado nas mulheres tem menor capacidade de metabolizar o álcool. 

Podemos citar 3 tipos de danos ao fígado causada por álcool, são elas: acúmulo de gordura, inflamação e cirrose (cicatrizes no fígado).

CAUSAS

Quando o álcool é metabolizado no fígado, produz derivados químicos altamente tóxicos para os hepatócitos (células do fígado), estes que tem capacidade de regeneração, porém a molécula do álcool é capaz de danificar e levar a apoptose dessas células. Quando isso acontece em uma escala excessiva e acima da capacidade que o fígado tem de se regenerar, podem se formar cicatrizes no fígado. Essas cicatrizes, a seguir, levam à inflamação e à hepatite alcoólica.

Apesar de o alto consumo de álcool provocar hepatite alcoólica, os médicos não sabem com certeza qual é a causa da doença. A hepatite alcoólica só se desenvolve em um pequeno número de pessoas que consomem muita bebida alcoólica. Pode, também, desenvolver-se em pessoas que bebem com moderação.

Como a hepatite alcoólica não ocorre em todos as pessoas que bebem muito, outros fatores podem influenciar o desenvolvimento dessa doença. São eles:

  •  Fatores genéticos que afetam como o organismo processa o álcool;
  •  Presença de outros problemas de fígado, como hepatite C;
  •  Subnutrição;

As mulheres correm maior risco de ter hepatite alcoólica. Isso se deve às diferenças na forma como o corpo masculino e feminino absorvem e decompõem o álcool.

SINTOMAS

Os sintomas de hepatite alcoólica variam dependendo da quantidade de danos ocorridos no fígado. Quando a doença é leve, a pessoa pode não ter nenhum sintoma. No entanto, quando há mais danos, pode começar a sentir:

  • Icterícia;
  • Vômitos e náusea;
  • Boca seca;
  • Perda do apetite;
  • Febre;
  • Cansaço sem causa aparente;
  • Dor no lado direito do abdômen;
  • Confusão mental;
  • Perda de peso;
  • Inchaço na barriga;

DIAGNÓSTICO

A hepatite alcoólica aguda é uma condição de difícil diagnóstico, em relação com o seu pleomorfismo clínico, associado, por vezes, apenas a discretas alterações analíticas, muitas vezes presentes em doentes com história de consumo abusivo de bebidas alcoólicas.

Quando os sintomas da hepatite alcoólica estão presentes, o médico fará perguntas sobre a história de saúde e o consumo de bebidas alcoólicas. Realizará também um exame físico para verificar aumento de tamanho do fígado ou do baço e pode solicitar outros exames para confirmar o diagnóstico. Por exemplo:

  • Hemograma;
  • Teste de função hepática;
  • Tomografia computadorizada (TC) abdominal;
  • Ultrassom do fígado;

Se o diagnóstico não for confirmado por esses exames, o médico pode pedir uma biópsia de fígado para análise histológica do tecido.

TRATAMENTO

O início do tratamento para pacientes com hepatite alcoólica é a eliminação da ingestão de álcool. A importância da abstinência deve ser continuamente enfatizada.

O paciente que tenha essa doença deve também ser bem nutrido e fazer uma dieta orientada por profissional capacitado.

O médico pode solicitar o uso de remédios específicos como os corticosteróides, que tem a capacidade antinflamatória e ataca as toxinas causadas pelo álcool. Esse tratamento visa recuperar as funções do fígado, para que não haja complicações como cirrose ou insuficiência hepática, mas só deve ser usado em pacientes que tenham a hepatite alcoólica confirmada.

Outros medicamentos para a melhora dos sintomas, como enjoo, suplementos para nutrição e para normalizar as funções biológicas podem ser utilizados, caso seja necessário.

Hepatite alcoólica é uma doença curável, desde que haja comprometimento do paciente em seguir as orientações médicas.

Pacientes não tratado podem evoluir para quadro cirrótico grave e hepatite fulminante.

REFERÊNCIAS

– Jornal Português de Gastrenterologia [Artigo: Hepatite Alcoólica Aguda]. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0872817813000349

– Healthline [Hepatite Alcoólica]. Disponível em: http://pt.healthline.com/health/hepatite-alcoolica#Overview1

– Consulta Remédios [O que é hepatite (alcoólica, etc) sintomas, é contagiosa?]. Disponível em: https://consultaremedios.com.br/crsaude/o-que-e-hepatite-alcoolica-etc-sintomas-e-contagiosa-tem-cura/problemas-de-saude/sua-saude

– HepCentro – Hepatologia Médica [Doença Hepática pelo Álcool]. Disponível em: http://www.hepcentro.com.br/doenca_hepatica_pelo_alcool.htm

– Biosom [Saiba tudo sobre a Hepatite Alcoólica]. Disponível em: https://biosom.com.br/blog/saude/o-que-e-hepatite-alcoolica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *