Conheça a trajetória de uma Farmacêutica empreendedora

Conheça a trajetória de uma Farmacêutica empreendedora

Tempo de leitura: 9 minutos

Ana Paula de Oliveira Alves tem 27 anos,  é Farmacêutica generalista formada pela Universidade Católica de Brasília, Farmacêutica clínica especialista em prescrição farmacêutica pelo ICTQ-  Instituto de Ciência, tecnologia e qualidade (Bahia) e hoje irá dividir com o Diário Farma sua jornada profissional desde a sua graduação até a gestão de seu próprio negócio:

Devido a amplitude de atuação que o curso de farmácia nos proporciona, logo no início da graduação quis me especializar em oncologia ou perícia, a princípio abrir uma drogaria era um sonho da minha mãe (in memoriam). Particularmente, não gostaria de voltar morar no interior, muito menos me via como dona do meu próprio negócio.

Porém, no decorrer do curso fui criando uma certa afinidade com as matérias voltadas a atenção básica, durante as férias quando retornava a minha cidade natal no interior da Bahia percebia a carência do atendimento farmacêutico e do cuidado ao paciente nas drogarias locais, na maioria desses estabelecimentos não havia a presença do Farmacêutico e quando tinha, o profissional se limitava a ser um mero dispensador de medicamentos. 

Quando me formei em 2016/2 pela Universidade Católica de Brasília, o desejo de ser farmacêutica clínica e levar um cuidado especializado aos meus pacientes ficou ainda mais intenso, mas para isso era preciso experiência no mercado e aperfeiçoamento no conhecimento clínico. Sendo assim, trabalhei em duas redes de farmácia em Salvador- Ba. Na primeira, exerci o cargo de farmacêutica substituta no período de cinco meses, e posteriormente  ingressei em uma rede maior, onde fui admitida como farmacêutica substituta por um período de nove meses e após esse período fui promovida a gerente farmacêutica. No papel de farmacêutica lidava diretamente com as necessidades dos pacientes, orientava, dispensava e auxiliava a minha gerente em alguns processos burocráticos. Como gerente farmacêutica, liderei uma equipe com cinco colaboradores, era responsável pelo planejamento e controle todas as atividades técnicas realizadas na farmácia, atendimento e orientação, supervisão da equipe e organização da farmácia; gerenciamento de estoque, movimentações no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados, fechamento, abertura e conferência de caixas, atualização de preços, setorização da loja, treinamento e avaliação de funcionários, documentação da loja, recrutamento de candidatos, elaboração de estratégias para melhorar vendas, atendimento ao cliente, atenção farmacêutica, controle da validade de produtos, controle de estoque, layout da loja, controle e dispensação de medicamentos, farmácia popular, gerenciamento da loja, treinamento de colaboradores e outras funções.

Neste período, além de adquirir experiência nos procedimentos burocráticos quis aprofundar meu conhecimento farmacológico dando início a uma pós-graduação na área de farmácia clínica e prescrição farmacêutica. Ser farmacêutico e empreendedor exige um perfil desafiador e inovador, pois independente da crise, o varejo farmacêutico é um setor essencial e resistente que oferece uma maior probabilidade de retorno financeiro, porém é necessário se atentar que este mercado exige cada vez mais de nós farmacêuticos, a cada dia surge novas demandas que precisamos incorporar, por isso além do conhecimento farmacoterapêutico se torna importante o aprofundamento de conhecimento em técnicas de negociação, gestão financeira, espírito de liderança, criatividade e  boa comunicação. 

 O primeiro passo para abrir uma drogaria é ter um plano de negócio. Através deste plano é possível traçar o perfil do seu empreendimento, analisar o mercado, identificar fornecedores, concorrência e clientes. Conhecer o seu público alvo é ferramenta primordial para o sucesso da drogaria, pois através deste conhecimento é possível identificar a real necessidade da população alvo. Aspectos legais e financeiros também são levados em consideração:  para abrir uma drogaria é necessário dispor de um determinado capital e seguir as normas impostas pela legislação, e é  também obrigatório o cumprimento de  alguns requisitos técnicos estabelecidos pela legislação vigente. 

Inúmeras dificuldades vão surgir durante o processo de abertura e funcionamento. Há uma complexidade imensa nos processos burocráticos, logísticos e de mão de obra. Manter a disciplina, gerenciar pessoas e administrar o capital é um dos maiores desafios para o farmacêutico empreendedor.

Aqui no interior da Bahia muitos pacientes fazem uso dos medicamentos por indicações de terceiros, não sabendo se quer dos possíveis agravos que o uso irracional pode ocasionar na sua vida. Um exemplo desse fato seria de um paciente “x “que chegou na farmácia relatando um incidente recente com o uso de uma determinada medicação: o paciente entrou em uma certa drogaria  e pediu um analgésico que não apresentasse dipirona em sua formulação, pois era alérgico e,  o proprietário da farmácia – que não é farmacêutico-  acatou o pedido e liberou o analgésico, mas não se atentou que um dos componentes do medicamento dispensado continha dipirona, resultado:  o paciente “x” fez o uso deste e apresentou uma reação alérgica por conta da medicação dispensada de forma errônea pelo proprietário da drogaria. 

Partindo do pressuposto que a saúde é o nosso bem maior e que podemos contribuir de forma significativa com a melhora da saúde dos nossos pacientes a drogaria Economiza farma veio com o intuito de levar uma atenção farmacêutica humanizada e especializada sem custo adicional. A Economiza farma é uma drogaria de bairro e independente, através de parcerias com as médicas e enfermeiras da UBS- Unidade de Saúde do bairro, na qual traçamos estratégias para erradicar quaisquer problemas relacionados ao uso das medicações. Realizamos uma reunião com a equipe multidisciplinar da unidade de saúde onde foi exposto pelas médicas as dificuldades enfrentadas para orientação das medicações aos pacientes, na maioria dos casos os pacientes são poli medicados e analfabetos, se confundindo no tratamento medicamentoso. Neste sentido foi até frisado por uma das médicas a importância do profissional farmacêutico na equipe multidisciplinar uma vez que o fluxo de pacientes é grande. 

Ainda sobre essa reunião, me apresentei como farmacêutica clínica especialista em prescrição e me coloquei a disposição das mesmas para orientação quanto ao uso das medicações. A partir desta reunião, foi elaborado estratégias para promoção da saúde destas pessoas, implementamos uma planilha de organização das medicações (ver foto abaixo) e tive o cuidado de colocar uma figurinha representando o amanhecer, café, almoço, tarde e jantar demonstrando assim o melhor horário para o paciente de fazer uso dos medicamentos. Esta planilha fica no consultório médico e também aqui na Economiza farma localizada em frente a UBS, sendo assim, o paciente sempre fica assistido quanto ao uso das medicações . 

FOTO: Planilha de organização das medicações

Atitude simples para nós profissionais, mas que faz a diferença tamanha na vida de outras pessoas, o sorriso no olhar, a certeza que eles estão sendo cuidados gera um laço de confiança e fidelização destes pacientes na drogaria.

Temos também um projeto nas redes sociais: A importância do farmacêutico na atenção básica. Semanalmente pelo instagram e facebook da @economizafar um farmacêutico de determinada área é convidado a um bate papo simples em formato de vídeo explicativo. Neste espaço, o entrevistado dispõe de informações de como podemos agregar na saúde do paciente prestando a assistência farmacêutica na atenção básica. Vale ressaltar, que desde a postagem do primeiro vídeo ate o último houve uma interação imensa dos clientes com a farmácia, é algo novo na região, eles gostam muito. A procura por esclarecimentos de dúvidas, sugestões quando ao uso dos medicamentos aumentou de forma significativa, os pacientes se sentem mais assistidos aqui, há uma interação muito boa entre paciente e farmacêutica. Ainda sobre as redes sociais, toda terça-feira é postado informações sobre determinado tema, são temas aleatórios que engloba dicas de saúde, medicamentos e cosméticos. Neste espaço, há também a caixinha de perguntas onde o paciente tira sua dúvida e essa é compartilhada para os demais seguidores. Dispomos também de whatssap, onde muitos clientes que não podem comparecer fisicamente a drogaria também podem tirar suas dúvidas, trabalhamos com o disk entrega e temos uma parceria na academia do bairro: o cliente Economiza Farma tem desconto na academia e vice -versa e aconselhamos sempre nossos clientes a prática de exercícios físicos para ter uma vida mais equilibrada e saudável. 

Vale ressaltar que sempre temos o cuidado de perguntar aos nossos clientes sobre como ele se sentem utilizando determinada medicação, se houve algum sintoma diferente observado quanto ao uso ou outro fator. Quando o medicamento não é encontrado aqui na farmácia há uma conversa com as médicas sobre possíveis alterações de intercambialidade. Há também a aferição da pressão.

Empreender, ser farmacêutica, gerente, e dispor de demandas técnicas do dia a dia não é uma tarefa fácil, é uma soma de esforços diários envolve dedicação, tempo e comprometimento. É ter autonomia para ousar, encarar riscos financeiros e físicos sempre usando de suas melhores competências com um propósito em comum: que o seu negócio vai dar certo! Nada mais é que um universo constante de aprendizado que requer muito estudo e cautela, mas quando há amor, dedicação e entrega no que se faz o sucesso é garantido. E assim seguimos, inovamos com o acesso à atenção farmacêutica aos nossos pacientes, é algo novo no bairro que agrega inúmeros benefícios em ambas as partes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *